Skip to content
Home SILMAG BRASIL VIAS RESPIRATÓRIAS COD.230 - CÂNULA NASAL P/OXIGENOTERAPIA



CÂNULA NASAL PARA OXIGENOTERAPIA - CÓDIGO 230


REGISTRO ANVISA / MS Nº.: 80423540008
 
 
Código FR Uso D.E
(mm)
D.I
(mm)
Comprimento (cm)
230-06 06 Neonatal 2,30 1,25 210
230-09 09 Pediátrico 3,30 2,00 210
230-12 12 Adulto 4,00 2,50 210
230-12-75 12 Adulto 4,00 2,50 750
 

A CÂNULA NASAL PARA OXIGENOTERAPIA é composta por uma tubulação de silicone 100% , translúcida, dureza Shore 70 ±2 com a extremidade distal aberta em forma cilíndrica que se conecta a um arco em silicone formando assim dois pontos de injeção de oxigênio sobre um arco nasal; os diâmetros das tubulações variam de acordo com o código do produto.
Estas tubulações em sua extremidade proximal estão ligadas a um conector bifurcado composto em PVC (cloreto de polivinila), o qual tem no seu outro extremo um tubo alargador de PVC de diâmetro externo 6,40 mm para os códigos 230-09 e 230-12 e 4,4 mm para o código 230-06, ambos com comprimento total de 2100 mm ou 7500 mm terminando em um conector cilíndrico de PVC, com diâmetro externo de 8,60 mm, diâmetro interno 5,6 mm e um comprimento de 40 mm.
A parte que se encaixa no nariz está anatomicamente curvada sobre o lábio superior. Os tubos dentro das fossas nasais são reguláveis em sua profundidade.
Seu posicionamento seguro permite uma completa liberdade de movimentos do paciente.
O alargardor possui um dispositivo interno que não permite em nenhum momento a interrupção da administração de oxigênio.




CARACTERÍSTICAS
- Cateter 100% Silicone;
- Canalículas reguláveis que possibilitam adequá-las ao tamanho das fossas nasais do paciente;
- Não causam  dermatites;
- Posicionamento seguro, permitindo liberdade total de movimento ao paciente;
- Acompanha extensão em PVC.   
- Estéril


 
FINALIDADE/ INDICAÇÕES
A CÂNULA NASAL PARA OXIGENOTERAPIA é utilizada para a administração de oxigênio ou ar comprimido pelas vias respiratórias superiores de pacientes que requeiram tal terapia.
Pacientes com dificuldade respiratória leve, oferece oxigênio suplementar em pacientes com dificuldade para manter respiração espontânea.


INSTRUÇÕES DE USO
  1. Abrir assepticamente a embalagem o mais próximo possível do momento do seu uso.
  2. Qualquer produto deve ser aplicado sob a supervisão de um profissional de saúde habilitado e treinado. Este procedimento requer que se realize uma análise profunda da necessidade de aplicação deste tipo de produto, devendo ser monitorado pelo profissional durante a aplicação e o tempo que dure o tratamento do paciente.
  3. Evitar a aplicação de força excessiva durante a inserção.
  4. A cânula é inserida de acordo com os procedimentos padronizados pela equipe médica.
  5. As suturas de fixação não devem ficar próximas à parede do tubo.
  6. Colocar o paciente em posição Semi-fowler.
  7. Graduar o fluxo de oxigênio.
  8. Conectar o extremo livre do prolongador à fonte de oxigênio (o conector possui uma trava interior que impede a interrupção do fluxo).
  9. Graduar a profundidade dos tubos nasais e colocar na narina anatomicamente curvada   sobre o lábio superior.
  10. Adaptar ao rosto do paciente apoiando atrás das orelhas e ajustando com o conector azul.
  11. Deixar o paciente cômodo.